FTC Conquista adere ao projeto ‘Sangue Bom’

Criado em Quinta, 10 Novembro 2016 15:42
Última atualização em Quinta, 17 Novembro 2016 16:20

A FTC Conquista está entre as 20 empresas parceiras do projeto de incentivo a doação de sangue ‘Sangue Bom’, que foi lançado em Vitória da Conquista na noite de terça-feira (8) pela agência Rossane Comunicação e Cultura. Na oportunidade, a FTC recebeu o certificado de adesão por meio do jornalista Mário Bittencourt, assessor de comunicação da Unidade Conquista.

Além do apoio das empresas, o projeto tem o suporte técnico do Hemoba (autarquia estadual) de Vitória da Conquista. A assistente social do Hemoba, Elianna Tavares, afirma que a unidade local coleta atualmente cerca de 300 bolsas de sangue por mês.

De acordo com Elianna, seria necessário coletar 50 bolsas a mais no mesmo período para haver tranquilidade no atendimento, que envolve atendimentos de emergências às cirurgias eletivas.

Ainda segundo Elianna, para este número de coleta é necessário o atendimento a 400 doadores, considerando a inaptidão clínica.

Esperança de vida

A ideia do projeto, cujo trabalho começou há seis meses, nasceu do sonho da empresária Leda Nunes. Para ela, o ‘Sangue Bom’ foi concebido porque existem milhares de pessoas que tem no gesto da doação uma esperança de vida.

“É como nascer de novo, por isso a ação busca quebrar tabus, e desmistificar medos e preconceitos a respeito da doação de sangue. Ou seja, educar os doadores do presente e do futuro”, explica Leda.

Para Rossane Nascimento, da agência Rossane Comunicação e Cultura, é necessário criar um grupo de ‘controle’, em parceria com as empresas locais de Vitória da Conquista, para haver um fluxo contínuo e rotineiro de doares.

Para realizar a captação, o projeto prevê o agendamento de uma quantidade de funcionários das empresas parceiras, de tal modo que, em dias pré-agendados, o Hemoba receba, de forma fixa, pessoas encaminhadas pelo projeto.
“Mais do que sensibilizar para a importância da doação de sangue, é preciso criar uma consciência e postura de doador em meio a uma população que tem medo de doar ou não conhece o processo da doação", afirma Rossane.

Atuação contínua

A meta atual do projeto, para evitar falta de bolsas de sangue, é ajudar o Hemoba a alcançar a marca de 400 doadores ao mês, e isto significa 20 doações diárias, contando apenas de segunda a sexta-feira.

Para alcançar esta meta, o projeto irá atuar constantemente junto a empresas, universidades, instituições, igrejas e escolas com o objetivo de gerar um contínuo processo, sem pausas e assim estimular a cultura de doação de sangue e a responsabilidade social.

A maior recompensa aos doadores é desenvolver o compromisso de cidadania, ativando assim, o sentimento de amor aos que precisam.

Além disso, como bônus, os doadores poderão ser contemplados, por meio de sorteio, ao final de cada ano, com prêmios e brindes oferecidos pelas empresas parceiras, a exemplo de livros, bolsas de estudo, e uma viagem para aproveitar o final de semana em Porto Seguro, com direito a acompanhante.

Adesão

A instituição interessada pode buscar mais informações com o setor de Captação do Projeto 'Sangue Bom', por meio dos contatos (77) 3421.4881 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , no horário de 9h30 às 17h, de segunda a sexta-feira.

Rede FTC Todos os direitos reservados
.